Google Telecom poderá vir de WiMax

Nesta segunda-feira, falamos para você que a Google não havia desistido de ter sua rede própria, o que, se ela conseguisse, lhe daria uma enorme vantagem competitiva sobre os demais buscadores e uma grande independência perante os fornecedores de telecomunicações. Falamos também que ela está tentando fazer com que o FCC libere os espaços em branco da operação televisiva para uso de Internet.


O que não contamos para você foi que desde janeiro circula o boato de que ela poderia fazer uma rede WiMax juntamente com a Sprint (lembram-se, a mesma Sprint, da qual falaram que seria alvo de aquisição pela Google?) e que tudo dependeria do resultado do leilão da banda de 700 Mhz. Pois hoje foi noticiado que Google, Sprint, Comcast, Intel, Time Warner Cabel, Bright House Networks e Clearwire estão conversando seriamente no sentido formarem uma empresa, para explorar uma rede nacional de WiMax nos EUA. Esta rede seria apta a interligar computadores, celulares, televisores e PDA’s. O investimento total seria da ordem de USD$ 3 bilhões a USD$ 4 bilhões.
Vejo aqui várias vantagens para a Google, caso o negócio se concretize:
1. a tecnologia WiMax é mais madura que a de aproveitamento de espaços em branco;
2. a Sprint já possui a concessão para explorar o serviço;
3. a Sprint é operadora de celulares e se ocuparia desta parte do negócio, do qual conhece bem (não se esqueça do Android/GPhone);
4. a Google formaria teria à sua disposição uma robusta rede, que serviria tanto para seu uso próprio (a Google é talvez a maior consumidora de banda do mundo), como para fornecimento de Internet móvel a terceiros (talvez, até gratuitamente);
5. a Comcast, a Time Warner Cable e a Bright House são provedoras de TV por assinatura, Internet e telefonia, o que nos levaria a acreditar que a esperada Google TV poderia surgir aí, como um serviço provido a partir do YouTube, passando pela rede WiMax e terminando nas provedoras de TV a cabo;
6. a Intel forneceria a tecnologia;
7. a Clearwire, por sua vez, é fornecedora da tecnologia femtocell, da qual já falamos para você, e que poderá ser um componente importante nesta engenharia.

Ainda não está nada decidido, mas está cada vez mais claro que a Google propositalmente deixou a Verizon e a AT&T ganharem o leilão da banda de 700 Mhz, porque já estava de olho em uma outra forma de construir a sua Google Telecom.
Ah! Já ia me esquecendo: a ANATEL ainda não licitou as concessões para a exploração de WiMax no Brasil.

Fonte: Google Discovery

%d blogueiros gostam disto: